PORTAL DA TRANSPARÊNCIA  |     |  

Programa Paternidade Responsável já capacitou 1011 servidores públicos

06/11/2018

/Um grande destaque na Escola de Governo do Maranhão (EGMA) é o Programa Paternidade Responsável, fundamentado na Lei nº 10.464/2016, regulamentada pelo governador Flávio Dino, acerca da licença-maternidade e paternidade dos servidores públicos estaduais. O programa oferece, mensalmente, a oficina aos pais servidores, que são instruídos sobre os direitos garantidos com a lei. Já foram capacitados 1011 pais servidores desde a implantação do programa, em julho de 2016, até outubro de 2018.
 
“É gratificante para a Egma, participar ativamente da execução do Programa Paternidade Responsável, tendo em vista a importância do período da gestação para a constituição da relação afetiva do pai com o bebê”, comenta a diretora da Escola de Governo, Ceiça Nascimento. “É claro que os conhecimentos adquiridos no curso são de grande valia, sobretudo se colocados em prática no dia a dia. Mas é necessário entender, acima de tudo, qual é o papel desses pais na educação e na formação das crianças”, ressaltou.
 
Para o policial militar, Diego Santos Mendes, aluno da oficina e pai de primeira viagem, a capacitação o ajudou muito. “Como é a primeira vez que eu vou ser pai, não tinha noção de nada, não fazia nem ideia. Aqui, sinto que aprendi muitas coisas sobre a paternidade responsável e vou poder ajudar muito mais a minha esposa e a minha filha”, afirmou.
 
Pai do segundo filho, o bombeiro militar, Ítalo Sergio Araújo de Caxias, acredita que a parte prática da oficina é essencial para o aprendizado dos novos pais, além de sugerir a inserção de dicas de primeiros socorros na capacitação.
 
A oficina trabalha o lado jurídico, social e do acompanhamento da saúde do bebê, garantindo a ampliação da permanência em casa e proporcionando ao pai servidor público a oportunidade de acompanhar a passagem dos primeiros dias pós-nascimento, importantes tanto para a criança, quanto para a mãe. 
 
De acordo com a Lei, a licença-paternidade possui um prazo de cinco dias (5), podendo ser prorrogada por mais quinze (15) dias, desde que o interessado comprove participação em atividade ou programa de paternidade responsável promovido pela Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep). Depois de participar da oficina na Escola de Governo, o servidor apresenta um requerimento comprobatório junto à Segep, em até 2 (dois) dias após o parto, adoção ou obtenção de guarda judicial.
 
Fonte: Ascom Egma

VALORIZAÇÃO

Clube de Desconto do Servidor

NORMATIVAS

Regulamento do Centro Social do Servidor
Regulamento do Centro Social do Servidor
Regulamento do Centro Social do Servidor

FORMULÁRIOS

SISTEMAS

Acesso Rápido

Senha para o Portal do Servidor
Boletim Segep
Boletim Segep
Boletim Segep

Links Úteis

Contatos

Contatos

Localização

Localização

Av. Jerônimo de Albuquerque, Edifício Clodomir Milet, s/nº, Calhau - São Luís/MA. CEP: 65074-220